O que se deve ter em conta quando se usa vídeos na comunicação?

Na era dos multimédia os vídeos estão a ser cada vez mais usados. Para imaginares a escala, apenas no Youtube, uma das plataformas mais populares para a partilha de vídeos, em cada minuto que passa é feito o upload de 300 horas de novos vídeos. Isto são 12 dias e meio de vídeos continuamente a serem criados todos os minutos.

Enquanto a filmagem profissional requer muitas competências e também software e hardware indicado, existem também muito bons resultados por parte de amadores (desde que alguns aspetos básicos sejam levados em consideração).

O que se deve ter em conta quando se usa vídeos na comunicação?

 

 

 

Exercício prático

Festival de cinema

Os participantes irão agora tornar-se em críticos de cinema num "festival de cinema" que irás apresentar. Irão ser mostrados três vídeos e, para cada um, os participantes devem partilhar a sua opinião sobre:

o guião;

o estilo de vídeo que foi utilizado;

a forma como foi filmado (a posição da câmara, uso adequado de hardware, a qualidade de vídeo e som, etc.);

os "atores";

o cenário, textos e outros recursos visuais, música, etc.;

Enquanto os participantes estão a dar feedback, o formador deve anotar cada aspecto que foi discutido e, no final, juntamente com os participantes, elaborar uma lista de prós e contras relacionados a produção de vídeo.

Aqui estão três filmes que podes usar. Cada um deles foi feito por jovens que trabalham com as nossas associações, sem experiência anterior e com conhecimentos mínimos de hardware e recursos de software gratuito:

 

 

 

Exercício prático

Usar vídeos na comunicação

Reúne-te com a tua equipa e debate sobre as diferentes formas em que poderias fazer um vídeo que apresente o serviço mais importante que tua organização está a oferecer ao teu público-alvo. Para começar, podes usar a Internet para obter inspiração de outros projetos semelhantes ou vídeos que usem outros estilos e técnicas.

Decide sobre:

O serviço que estás a anunciar, o interesse que os potenciais visualizadores podem vir a ter e a mensagem principal do vídeo;

O estilo do vídeo que vais usar;

O script que vais "trazer à vida", incluindo a ação, as cenas, os atores envolvidos, os fundos necessários, etc .;

Os locais onde vão decorrer as filmagens;

Os recursos que vais precisar;

Para praticar, mas também para teres mais materiais ao editar, filma a mesma cena de diferentes ângulos e distâncias.

Depois de editado, compartilha o vídeo com os teus amigos e pede a sua opinião honesta, faz as mudanças necessárias e publica-o no teu site e / ou páginas das redes sociais.

Perguntas para a análise:

- Como é que foi a experiência de fazer o vídeo?

- Notaste alguma melhoria no vídeo, comparando com outros que tenhas feito no passado?

- Achas que os vídeos possam ser úteis na comunicação em geral da tua ONG?

Language

Choose your preferred language